Cipe/Caatinga localiza grupo responsável por assalto a banco em Pindobaçu

Uma operação conjunta entre a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Caatinga e a Polícia Federal resultou na localização da quadrilha responsável pela explosão de uma agência bancária em Pindobaçu, ocorrida no último dia 03 [relembre]. Na madrugada desta quarta-feira, 08, o bando foi interceptado no município de Lagoa Grande, Pernambuco. Houve confronto, e dois integrantes do grupo foram atingidos. Outros três conseguiram fugir.

bancopindobacu

Roberto Nunes de Souza, 31 anos, e Welson Inocêncio da Silva Souza, 33, não resistiram aos ferimentos. Com eles foram apreendidos um fuzil M16 e duas espingardas calibre 12. No momento do bloqueio policial, o grupo estava em um veículo Corsa Classic NXV-0341, também apreendido.

bancopindobacu1

Já na manhã desta quarta-feira, durante continuação das diligências, os policiais encontraram na casa de Roberto e Welson, nos municípios de Juazeiro e Petrolina, 'bananas' de dinamite, além de uma caixa com miguelitos - itens utilizados para bloqueio de estradas. Todo o material foi encaminhado à Delegacia da PF. Policiais do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior de Pernambuco também participaram da ação.

bancopindobacu2

De acordo com o comandante da Cipe Caatinga, major Wildon Reis, Roberto Nunes, conhecido como “Negão”, era um dos líderes do grupo que acumula inúmeros ataques a instituições financeiras, não só na Bahia. “Essa quadrilha estava dando muito trabalho não só à polícia baiana, como as de outros estados do nordeste. Em contato com os colegas vizinhos temos notícias de ações criminosas em Alagoas e Sergipe, entre outros estados”, afirmou.

Disse ainda que as diligências continuam na busca pelos demais integrantes do bando interestadual e que a população pode ajudar com informações através do Disque-Denúncia 181 ou via WhatsApp pelo número (74) 99904-0002.

 

ASCOM SSP da Bahia

Deixe um comentário