Quixabeira: Caixa de Previdência apresenta dados assustadores

Foi realizada na noite desta terça-feira, 13, na Câmara de Vereadores de Quixabeira, uma reunião da Caixa de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Quixabeira (Casemq), com Servidores Efetivos do município. No encontro o Diretor da Casemq, Edilson Lopes, apresentou dados que demonstram a atual situação financeira da entidade. 

Segundo o balancete apresentado pela direção a Caixa de Previdência do Município de Quixabeira, tem na atualidade um quantitativo de 71 aposentados e 14 pensionista, perfazendo uma folha de pagamento no valor total de R$ 88.679,96(oitenta e oito mil, seiscentos e setenta e nove reais e noventa e seis centavos). 

Ainda segundo as informações passadas pela Casemq, a entidade tem uma média mensal de receita, avaliado em torno de R$ 104, com uma despesas mensal que gira em torno de R$ 95 mil, ficando assim, com um superavit de aproximadamente R$ 9 mil por mês.

caixxaok

Os dados mostram também um quadro extremamente preocupante para o futuro da Caixa. Segundo o último levantamento realizado em 2015, o déficit atuarial da Caixa gira em torno dos R$ 46 milhões, ao tempo que o saldo atual registrado no dia 09/02/2018, é de apenas R$ 1.556.762,47 (hum milhão, quinhentos e cinquenta e seis mil, setecentos e sessenta e dois reais e quarenta e sete centavos).

Quanto aos repasses realizados pelo executivo referente ao ano de 2017, a direção da Casemq, informou que o poder executivo deixou de repassar os valores de R$ 225.660,01(duzentos e vinte e cinco mil, seiscentos e sessenta reais e um centavo), corresponde a parte patronal, e  o valor de R$ 132.505,39(cento e trinta e dois mil, quinhentos e cinco mil reais e trinta e nove centavos), correspondente a parcelamentos fixados em lei. Com esses valores, o executivo deixou de repassar para a Caixa de Previdência, somente no ano de 2017, o valor de R$ 358.165,90(trezentos e cinquenta e oito mil, cento e sessenta e cinco reais e noventa centavos). Este valor não repassado pelo município, gerou bastante descontentamento entre servidores que estavam presentes na reunião, deixando o encontro com momentos de tensão devido a grande preocupação dos funcionário quanto ao futuro da entidade. 

Como ação de equação do problema existente, a diretoria da Casemq, apresentou uma proposta de aumento da alíquota do desconto do servidor que passará dos atuais 7% para 11%, atendendo assim o que preceitua a Lei Federal 10.887/2004. Esta proposta gerou novamente inquietação com os servidores presentes. Em um dos questionamentos,um servidor externou a preocupação quanto a garantia de que o município irá honrar com os repasses em dias, tendo em vista que no caso do servidor, o valor já é descontado no contracheque. Diante das discussões, foi sugerido pela classe que seja realizada uma audiência pública, antes do executivo encaminhar o Projeto de Lei para a Câmara Municipal. 

Além da Direção da Casemq e dezenas de servidores, estiveram presentes na reunião, o Técnico Previdenciário, Lúcio, os vereadores Tota, Ramon, Leto, Rogério, Junior, Lucília e Glassegleide, e a Presidente do Sindserv Edna Ancelmo.

 

Fonte: Blog Ril de Beto

Deixe um comentário