Queimadas: Casal morre em consequência da Covid-19 no espaço de oito dias

Morreu na última segunda-feira, 29, vítima da Covid-19, a dona de casa Verônica Sena Sobrinha, moradora da cidade de Queimadas, no território do sisal. Ela estava internada em Serrinha há cerca de 15 dias.

O óbito de Verônica ocorreu uma semana depois da morte do marido dela Hebert Santos Silva, gerente regional do GBarbosa. O mesmo faleceu no domingo, dia 21.

O CN foi informado que Hebert já serviu a Marinha e veio de Feira de Santana para Queimadas com a missão de gerente do GBarbosa, depois assumiu a função de gerente regional, quando conheceu Verônica.

Antes da morte de Hebert, no dia 18, faleceu a diretora da Escola Municipal Antônio Carlos Magalhães, a senhora Vinebalda, tia de Verônica.

O casal fanático pelo Esporte Clube Bahia deixa um filho recém-nascido que também foi infectado, mas já está recuperado.

A cidade de Queimadas está consternada com a morte de três pessoas de uma mesma família tradicional em apenas 11 dias, muitos moradores se manifestaram em grupos de WhatsApp lamentando este fato.

Com a morte de Verônica o município de Queimadas chegou a 18 desde o começo da pandemia, o boletim da prefeitura não informa quantidade de pessoas infectada, porém diz que 826 estão recuperadas, tem 39 com vírus ativos, sendo que sete foram transferidos.

 

 

Fonte: CN