Estudante é morta a tiros enquanto caminhava com amiga após sair da faculdade

Uma estudante de serviço social de 25 anos foi morta a tiros, na noite da última quarta-feira, 27, na cidade de Cachoeira, recôncavo da Bahia.

A jovem era aluna da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e estava no sétimo semestre do curso. Após o crime, a instituição decretou luto de três dias e suspendeu as aulas desta quinta-feira, 28, no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), onde a vítima estudava.

Segundo a delegacia do município, Elitânia de Souza da Hora tinha acabado de deixar a universidade e caminhava para casa, com uma amiga, quando ocorreu o crime.

De acordo com a polícia, um homem se aproximou das duas, atirou na vítima e fugiu. Elitânia de Souza chegou a ser socorrida e foi levada para um hospital, mas não resistiu.

O corpo da jovem foi transferido para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Santo Amaro, na mesma região do estado. O assassinato está sob investigação da Delegacia de Cachoeira.

 

Veja nota da UFRB na íntegra

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da Reitoria e da direção do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento da estudante Elitânia de Souza da Hora, do sétimo semestre do curso de Serviço Social, na noite desta quarta-feira, dia 27 de novembro.

As terríveis circunstâncias do crime contra Elitânia causam tristeza e indignação de toda a comunidade acadêmica. A UFRB deposita sua confiança nas autoridades para que a justiça seja feita.

O Vice-Reitor, no exercício da Reitoria, declara luto oficial de três dias na UFRB e a suspensão das aulas no Centro de Artes, Humanidades e Letras na data de hoje.

A Universidade está em contato com a família para prestar a devida assistência.

Ao registrarmos nossas condolências, manifestamos apoio e solidariedade aos amigos e familiares e a toda comunidade acadêmica.

Fonte: G1