Quatro ônibus que transportavam pessoas de São Paulo para o interior da Bahia foram interceptados em Valente e Cansanção

Um ônibus de turismo com trinta e duas pessoas a bordo que viajava de São Paulo para Chorrochó, Nordeste da Bahia, foi apreendido pela Polícia Militar na rodovia BA-120, trecho que liga as cidades de Valente e Santaluz, no território do sisal, no início da tarde da última segunda-feira, 23. A ação da PM visa cumprir determinação do governador Rui Costa que proíbe a circulação de ônibus interestaduais no território baiano como prevenção ao avanço da epidemia do novo coronavírus.

Segundo o capitão Charles Vieira do Nascimento, comandante da 5ª Companhia/PM com sede em Santaluz, os passageiros foram levados ao ginásio de esportes de Valente onde foram cadastrados e suas condições de saúde checadas pela vigilância epidemiológica. “Nós informamos o fato ao delegado Mozart Cavalcanti e apresentamos o ônibus à delegacia da Polícia Civil. Também já entramos em contato com os proprietários da empresa e nossa proposta é que levem com segurança até suas casas estas pessoas e que fiquem de quarentena”, falou capitão Charles.

O capitão PM informou ainda aos donos da empresa, que estes transportes sejam em veículos pequenos, com capacidade de cinco pessoas, contando com o motorista e que não liguem o ar condicionado. Até o fechamento desta matéria, a empresa não havia retornado a solicitação capitão.

As 39 pessoas, dentre elas os dois motoristas, foram colocados em isolamento dentro do ginásio de esporte e estão recebendo todo apoio da Prefeitura com água e alimentação.

O ônibus que saiu de São Paulo na noite de sábado, seguia com destino a Chorrochó, mas os passageiros iam descendo ao longo do trajeto, foi o caso desta lotação que segundo informações acessou a Rodovia BA 416 sentido Cabaça a Valente e naquela cidade três passageiros naturais de Retirolândia desceram, momento que o coletivo sofreu abordagem. Além deles a lotação tinha dois passageiros de Santaluz, 21 de Queimadas, 3 de Monte Santo, cinco de Nordestina, dois de Itiúba e um de Uauá.

 

Ônibus na rodoviária de Cansanção

Logo depois da polêmica do ônibus da empresa Gontijo, mais três considerados irregulares foram localizados nos municípios de Cansanção e Nordestina. Antes de chegarem às cidades, foram interceptados e levados para rodoviária de Cansanção onde integrantes da vigilância epidemiológica e sanitária checaram as condições de saúde dos passageiros e inspecionaram as condições sanitárias das bagagens transportadas por eles.

Os passageiros destes ônibus foram “recolhidos” nas localidades de Tabuatão, João 23, Raposo Tavares e Ipiranga, todas na grande São Paulo. Dos três veículos, apenas um teria como destino final a cidade de Cansanção e transportava 24 passageiros.

Outros tinham como destino Nordestina e Euclides da Cunha. O CN não teve informação até o fechamento desta matéria sobre os meios usados para que as pessoas chegassem aos seus destinos.

 

Fonte: CN