Devido à greve dos caminhoneiros várias Prefeituras Municipais suspendem aulas

Prefeitos de Capim Grosso, Mairi, Quixabeira, Gavião e São José do Jacuípe, suspenderam as aulas a partir do dia 28 de maio, devido à greve dos caminhoneiros, que teve como consequência a falta de combustíveis nos postos de abastecimento, deixando os serviços básicos da prefeitura comprometidos.

Em Capim Grosso, Mairi e São José, segundo a Secretaria de Educação (SME), considerando a paralisação dos caminhoneiros por todo o Brasil, e por conseguinte a falta de combustível nos postos do município, como também nos transportes escolares, de merenda escolar e dos professores, além dos demais veículos que compõe a rota para este fim, as aulas se encontrarão suspensas até que se regularize o fornecimento de combustível.

O prefeito Reginaldo Sampaio Silva (MDB), de Quixabeira, fez reserva de combustível para atendimentos aos veículos da saúde. Dessa maneira, o mesmo suspendeu as aulas, devido os transportes escolares estarem sem combustível, até que tudo volte ao normal.

Em Gavião, as aulas foram suspensas, pois a empresas que entregam os alimentos usados na merenda escolar conseguiram entregar porém o estoque acabou, os transportes também estão sem combustíveis.

Segundo a Secretaria de Educação de cada município, os alunos não serão prejudicados nas suas atividades escolares e suas aulas serão repostas assim que a situação for regularizada.

 

 

Redação FR notícias

Deixe um comentário