Por pouco não acontece mais uma tragédia na construção civil de Capim Grosso

Mais uma construção próxima a rede elétrica quase causa outra tragédia em Capim Grosso, de acordo com moradores do Bairro São Luiz, Rua Monumento, na tarde desta terça-feira, 07, pedreiros estavam trabalhando em uma construção no citado logradouro e ao derrubarem parte de uma parede atingiu um fio de alta tensão o que causou um curto circuito em toda rede, queimando aparelhos, colocando em risco pessoas e os próprios trabalhadores da área, já que o fio partiu e ficou caído no chão.

A COELBA foi acionada e veio restabelecer a energia no local, mas a rede continua sem isolamento e a obra não atende as regras do PDDU (Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano), no qual o da cidade de Capim Grosso exige que toda construção deve ter o isolamento com tapumes e os funcionários devem usar equipamentos de segurança.

Há um mês atrás o seu Edvaldo Rodrigues Costa, 63 anos, morreu vítima de uma descarga elétrica em uma construção no Rua 13 de maio, na mesma obra um outro profissional já havia morrido a cerca de dois anos e meio atrás, da mesma forma e nada havia sido feito pelas autoridades competentes.

Na última semana o jornal Folha Regional fez uma matéria relatando o ocorrido e cobrando das autoridades mais fiscalização em relação a essas obras, além de questionar de quem é a culpa se do dono da obra, da prefeitura ou da Coelba?

Não houve resposta de nenhuma autoridade política nem vereador, secretário, gestor ou da própria Coelba.

Os familiares que perderam seus entes queridos ficam apenas com a dor da perda e com a sensação de que pessoas vão continuar morrendo e nada vai ser feito.          

  

Confira na integra a matéria do Folha Regional.

Redação FR Notícias

Deixe um comentário