Servidores públicos de Capim grosso fazem manifestação em frente a prefeitura

Os servidores da administração municipal e ACS, realizaram na última quinta-feira, 27 de setembro, com extensão para esta sexta-feira, 28, o 1º dia de manifestações contra a gestão da prefeita Lydia Pinheiro, PSD, cobrando direitos da categoria, tendo como carro chefe o reajuste salarial.

Os servidores saíram da Praça Oliveira, com destino à Praça 09 de Maio, com faixas e cartazes alusivos aos seus direitos, com continuação da manifestação que vai percorrer também o centro da cidade, nesta sexta, colocou Miguel Novais, em entrevista na Rádio Transamérica.

“A prefeita só fica nessa conversinha sabendo ela que os nossos direitos não estão sendo respeitados”, disse Miguel informando ainda que entre abril de 2017 a abril de 2018, a gestão da prefeita Lydia contratou 202 pessoas, gerando uma folha de pagamento no valor de R$ 321.890,23 (Trezentos e vinte e um mil, oitocentos e noventa reais e vinte e três centavos). “Tem dinheiro para contratar e não tem dinheiro para atender os nossos direitos”? Perguntou Miguel Novais, presidente do SINSP.

 

 

Fonte: Reporter Bahia

Deixe um comentário