Policiais militares são presos suspeitos de integrar grupo de extermínio, em Goiás

Uma força-tarefa do Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO) e da Polícia Federal prendeu, nesta terça-feira, 18 de dezembro, 5 policiais militares - um tenente coronel, um cabo, um subtenente e dois sargentos - suspeitos de integrar um grupo de extermínio, em Goiás. De acordo com o MP-GO, PMs atuavam em Caldas Novas, Santo Antônio do Descoberto e Alto Paraíso de Goiás.

O G1 entrou em contato, por telefone e e-mail, às 08:00hs desta terça-feira, com a assessoria de comunicação da Polícia Militar e aguarda um posicionamento da corporação sobre as prisões.

A Operação, denominada de “Circo da Morte” foi deflagrada na madrugada desta terça. A ação cumpriu 5 mandados de prisão e 9 de busca e apreensão, todos eles em Caldas Novas, na região sul de Goiás. A corporação não divulgou o nome dos alvos da investigação.

O objetivo da força-tarefa, segundo o MP-GO, é combater um grupo de extermínio compostos por policiais militares. Para cumprir os mandados trabalham 5 promotores, 3 delegados e agentes da Polícia Federal.

 

 

Fonte: G1