Ministério dispensa reserva de 2ª dose de vacina e vai antecipar imunização de professores

O Ministério da Saúde vai fazer mudanças na estratégia de vacinação contra a Covid-19. Entre as alterações está a antecipação da imunização de professores e a dispensa de reserva de segunda dose da vacina Coronavac.

A decisão foi informada pelo ministro Eduardo Pazuello nesta sexta-feira, 19, em reunião com a Frente Nacional dos Prefeitos.

"Agora, a partir do dia 23, com a chegada de 4,7 milhões de novas vacinas, a imunização será em 4,7 milhões de brasileiros, não a metade, como estava acontecendo até então", informou a frente à reportagem da Folha de S. Paulo.

Com a disponibilidade baixa de doses de imunizantes, as secretarias de Saúde foram obrigadas a reservar metade do estoque recebido para garantir a aplicação no período correto e assegurar a eficácia das vacinas.

A mudança foi justificada com o argumento de que já há maior garantia de produção do imunizante, o que permitiria um envio posterior, em novas remessas.

 

 

Fonte: BN