Professora morre após se assustar com bomba junina disparada por aluno

A professora Josefa Jaqueline Silva dos Santos, de 40 anos morreu na manhã da última quinta-feira, 18, no Hospital da Restauração (HR), no Recife, onde estava internada desde a noite de terça-feira, 16, onde foi atendida pela equipe de neurologia da unidade de saúde.

Josefa passou mal após se assustar com a explosão de uma bomba junina na Escola Municipal São Joaquim, na comunidade de Caraúba Torta, Zona Rural de Carpina, no estado de Pernambuco. O fato aconteceu na manhã de terça-feira. O artefato teria sido disparado por um adolescente de 16 anos que seguia em um ônibus que transporta estudantes da comunidade para o centro de Carpina.

A professora teria tentado proteger uma aluna de cinco anos de idade e, em seguida, sentiu-se mal, sendo socorrida para a Unidade Mista de Saúde de Carpina. De lá, a paciente foi transferida para o HR. Familiares de Josefa informaram que ela sofreu uma alteração da pressão arterial e, em consequência, teve um aneurisma cerebral, vindo a falecer. O caso foi registrado no Conselho Tutelar e na Delegacia de Polícia de Carpina.

 

 

Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe um comentário