Câmara de Vereadores recebe a Liga Desportiva de Capim Grosso

Na sessão da Câmara de Vereadores deste segunda-feira, 16, foram recebidos os integrantes da Liga Desportiva de Capim Grosso, acompanhados pelo Presidente Patrício de Oliveira (Tita) e o Vice Presidente Alex da Metalúrgica para receberem dos legisladores a Declaração de Utilidade Pública Municipal. A LDCG é uma entidade civil, sem fins lucrativos, fundada em 23 de agosto de 1980, por um conjunto de desportistas. Tita utilizou a tribuna da Câmara para agradecer o reconhecimento. A declaração foi entregue pelo vereador Nanal Vilas Boas, autor do projeto que transformou a entidade privada em utilidade pública. Além disso, os edis realizaram homenagens aos professores pelo seu dia.

O Presidente da Casa, Bruno Vitor, disse não esquecer da sua primeira professora onde tudo começou e que todos os vereadores vieram de escolas municipais. Comentou que existe uma preocupação com as aguadas, onde caminhões pipas estão retirando água. Também informou sobre um suposto canal que liga esgoto ao Rio do Peixe, convidando as pessoas para próximo dia 24 (terça-feira), comparecerem a uma audiência pública na comunidade. Relatou que uma cidade vizinha construiu um abrigo para animais e todas outras cidades da região estavam recolhendo animais e soltando naquela cidade, e isso acontecer em Capim Grosso será de responsabilidade do município, e indicou uma discussão em rede.
O Vereador Antonio Martinho utilizou a tribuna e iniciou sua fala lembrando o Dia do Professor (15 de Outubro), uma data importante e para externar os agradecimentos, parabenizou os profissionais e abraçou-os em nome das pessoas que lhes educaram e que tiveram esse contato, o ensinando a conhecer o alfabeto e que na jornada do dia a dia tem alfabetizado e formado diversas pessoas. Disse que estudou na Escola Justiniano Pinto da comunidade do Lajedo, onde esteve participando com as professoras Ilmar Ferreira das Mercês, Ednalva Soares Carneiro, Maria Genivalda e Auzira Carneiro, que ajudaram e contribuíram na educação do povo daquela comunidade. Encaminhou uma indicação verbal sobre as limpezas de aguadas públicas que têm contribuído no abastecimento da comunidade. “A Presa Quebrada do Lajedo está precisando de esforço para a limpeza”, continuou. “A aguada de Zé Bezerra da comunidade do Tigre, que serve tanto ao abastecimento do carro pipa da prefeitura como pessoas que tem esse meio de transporte e também da Samambaia que está completamente seca já há alguns dias”. Pediu que a Secretaria e a o setor responsável direcione a atenção. Disse que está sabendo de alguns cortes que a gestão precisou fazer, contado na própria carne e que não é nenhuma surpresa, pois quando estiveram em Brasília em curso preparatório, foram alertados que os recursos de julho e agosto poderia vir com diminuição do repasse. Disse que foi agravante a exoneração de alguns funcionários, porém a gestão não está em contradição, pois precisa fechar as contas, lamentando com as famílias e pessoas que foram exoneradas pois tinham suas programações e que de uma hora para outra aconteceu sem esperar a determinação. Ficou determinada que a patrol parasse os serviços que são essenciais, assim como ambulâncias para atender a população e ônibus para transportar estudantes, e as estradas precisam estar boas para o homem e a mulher do campo diminuírem os impactos. “Vou me esforçar ao máximo para convencê-la de desfazer dessa decisão, pois isso não é conter gasto, as estradas não estando boas e se esperar para o ano que vem? Os transporte contratados pela prefeitura irão quebrar, motos que transportam o leite irão quebrar, e ônibus que transportam alunos iram quebrar e os gastos aumentarão, fora a população que ficará no desprezo se isso não acontecer.

O Vereador Lucas Maciel disse que jamais fará discurso populista. Aproveitou a oportunidade para parabenizar Paulo Sampaio, Diretor da Upa, pelo excelente trabalho. Disse não ter vergonha em dizer que a Prefeitura não tem eficiência, não tem gestão e nem planejamento, que nada mais é que planejar o futuro. Lembrou que a Secretaria de Indústria e Comércio já teve que demitir. Criticou as demissões realizadas pela atual gestão e disse que para ser prefeita não basta ser só boa, pois fez contratos e pessoas fizeram seus compromissos, e agora teve que demitir e isso é falta de planejamento. Explicou que eficiência é trabalhar muito com pouco, “tem repasse que vem diminuindo, mas o FPM faz inveja a qualquer município, o montante de 5 milhões de reais e a única coisa que faz são serviços básicos, iluminação pública, coleta de lixo, PSF funcionando, se fazer alguma coisa a mais é graças aos servidores que se esforçam e se empenham. “Se algum colega vereador acha que eu faço discurso populista, eu faço discurso popular e continuar é uma consequência e passa muito rápido, vou aproveitar a oportunidade para defender o povo, pois só Deus sabe se vou ser candidato de novo ou vereador de novo”, comentou. “Não se forma um médico ou engenheiro, ou outro professor sem o professor, é a profissão mais bonita que existe, no Japão até os imperadores exaltam o professor. Como vereador e um simples aluno, não poderia deixar de parabenizar o professor”. Concluiu com uma leitura de texto em homenagem aos mestre e professores desmontando carinho e gratidão.

O vereador Jó Queiroz disse que jamais faltou com respeito com algum legislador, também pediu que as pessoas vejam primeiro o trabalho de cada edil. “Vereador nenhum manda no meu voto, quem me colocou aqui foi o povo, 636 votos que eu tive e não político nenhum”, disse. Também desejou sorte e parabenizou aos professores na passagem de comemoração do Dia do Professor. Sobre a Secretaria de Indústria e Comércio, lembrou que sempre disse que não iria funcionar, “nove ou dez mil que pagou ao secretário daria para fazer outra coisa, além de que alugaram um prédio para esta secretaria”, completou. “Porque a prefeita não acaba com contratos absurdos de aluguéis e advogados, foi acordo político”, pediu que a prefeitura diminua esses contratos. “Uma patrol que dá assistência nas estradas vai parar e a estrada vai ficar na buraqueira”, reclamou. “Alguns secretários entendam que não são donos das secretarias, que atendam o povo, não fiquem colocando gosto ruim, liguei para Fernando do Caps para resolver o problema de Valquiria no contorno de São José e ele não deu nem atenção, tem agentes de saúde no Contorno de São José, mas Valquiria não quer ver nem olhar na cara, mas o Caps tem que tomar uma providência melhor”. “Eu passei por uma secretaria e sei como é, é obrigação de um secretário atender a população bem, se isso acontecer vou até ao Ministério Público, e é obrigação de atender, não estou pedindo para mim, estou pedindo para o povo”, concluiu.          

O vereador Gilberto Alves deixou seus sentimentos à família de Dorotildes, que deixou grande tristeza no povoado do Peixe com seu falecimento. Repudiou o aluguel de um quiosque na comunidade do Peixe, onde a Casa já dispõe da Lei do Silêncio, necessitando de uma Audiência Pública, convocando os donos de bares e restaurantes que não obedecem a Lei, nem só na comunidade do Peixe como em outros locais, pois o local é formado por pessoas evangélicas e camelôs, assim como aos domingos acontece a missa dos católicos que estão sendo incomodados no horário. Parabenizou o evento em nome da professora Joelma que junto com as colegas, organizaram brincadeiras e pediram doações de brinquedos para crianças daquela comunidade. Disse que está à disposição nem só da comunidade do Peixe e Melancias como todo o município.

 

O Vereador Nanal Vilas Boas comentou sobre a indicação de nº 71 de sua autoria que pede a colocação de fitas refletivas nos triângulos dos contornos da cidade, pois vêm causando acidentes automobilísticas e com motociclistas, “seria importante que o município coloque essas fitas, pois pessoas já estão com sequelas”, colocou. Explicou que a indicação de número 72 é por conta que a cidade vem crescendo constantemente e os moradores dos bairros se perdem nos limites de onde começa e de onde termina, e como está no ano do plano diretor, é oportuno para que se possa implantar dentro do Plano Diretor que cabe essa ação. “É importante para a classificação urbanística”, completou. Sobre a Secretaria de Planejamento disse ser importante mais que outras, “que ficam ai para manter cabides de emprego, porque um município que cresce urbanisticamente sem um planejamento vai ter prejuízo, o que importa é o mérito do departamento e da repartição e das ações que serão dirigidas no projeto administrativo, do jeito que a prefeitura vem no tríplice comando, sem o planejamento fica pior, de uma pessoa com visão acadêmica e pública, passa por pessoas de visões eleitoreiras ainda mais de suas visões próprias, o que gosta faz e o que não gosta se esquece”. Disse que será sempre defensor de uma Secretaria de Planejamento, independente de quem ocupe a pasta, “Capim Grosso cresce de forma desordenada”. “Porque os cortes de pessoas assalariadas?”, interrogou. “Perguntam se os secretários já tinham atribuído as funções e atribuições dessas secretárias? Como é que tivemos vários cortes e em contratos supérfluos, inclusive um deles venho batendo pela falta de necessidade e no momento é que essa revogação apareça para não prejudicar os operários que suavam a camisa pelo município”, adiantou. “Um corte só de quem comanda muitas vezes se compatibiliza com oito comandados”, indicou. “E o que foi entregue a Liga Desportiva em ato público sobre a utilidade pública da liga municipal é importante porque a federação baiana requer tal formalidade para que a liga possa em eventuais propostas do estado e entidades federativas, conseguir apoio e recurso para que o esporte seja melhor gerido”, informou. “Na última eleição da Liga, não vencemos apenas um candidato, que agora se disponibiliza em somar junto, e venceu conceito obsoleto de forma de gerir o esporte”, relatou. “Estamos com processo de legalizar o PDDU que é a Lei do perímetro urbano de parcelamento, código de postura, Lei de zoneamento e uso, porém falta chegar o código ambiental e foram 124 páginas e 718 artigos, e fiz 51 observações que serão debatidos em reuniões com a população e especialistas na área em prol do município”. Em nome dos professores recitou um poema de sua autoria, encerrando o pronunciamento.

Vice-Presidente da Câmara, Arivelton Mota, também comentou sobre o excelente trabalho de Paulo Sampaio e toda equipe da UPA, médicos, enfermeiros e toda equipe da limpeza. Também parabenizou a Liga Desportiva que está fazendo com que o esporte prossiga e está dando oportunidades aos jovens do município. Informou sobre visitas que faz costumeiramente, a exemplo de aguadas que abastecem a população, hoje motivo de preocupação, inclusive esteve no Rio do Peixe com os vereadores Nanal, Jamber Dantas, Gilberto e o Presidente da Casa, Bruno Vitor, onde perceberam o açude pequeno do local com pouca vazão, com a parte maior com mais água, porém cabendo também preocupação. Comentou que no açude de Caiçara o problema é de pipeiros que usam de má fé, pois existe um decreto que proíbe caminhões pegaram água naquela localidade, porque foi feito um trabalho de excelência naquele açude que passou 19 anos sem represar, “a água quando chovia antigamente era tanto sal que os animais não bebiam, nós chegamos a uma situação com menos de dez por cento da vazão e quem tem que zelar somos nós moradores”, afirmou. “Quem está liberado para pegar água é para a prefeitura e nós mesmo assim não vamos aceitar, pois tem o chafariz e tem o Rio do Peixe, eu pedi aos pipeiros que parem de pegar, mesmo contratado pela prefeitura até que seja definido”, completou. Cobrou ao Secretário Ricardo que faça a limpeza de um pequeno açude na comunidade de Mata do Estado. Parabenizou aos professores pelo Dia do Professor. Informou que o médico vai ficar atendendo em Mata do Estado quinzenalmente e em um espaço melhor.

O Vereador Jamber Dantas homenageou os professores pela passagem do seu dia, e abraçou a professora Marieta Leal, conhecida como Pró Ló, com muitos anos na educação e faz um excelente trabalho frente ao conservatório municipal. Também abraçou a Liga Desportiva de Capim Grosso e disse que faz necessário ter pessoas apaixonadas pelo esporte, “que nos representem muito bem”, completou. Falou sobre a tramitação do Projeto de número 147 de proteção e adoção e bem estar aos animais, e na oportunidade pediu aprovação aos vereadores. Chamou atenção para a data escolhida, 08 de Novembro, aniversário do saudoso ex-vereador Isaias Borges (Tutu) e que a prefeita irá se atentar para isso e fazer algo que possa ajudar aos animais desamparados. “Não podemos correr de nossa responsabilidade se por acaso gestões de outros município não se atentarem pra isso”, completou. Parabenizou a ação onde o Rotary Club, Pastoral da Família e o vereador Nem como apoio da Prefeitura, igrejas Adventista e Assembleia de Deus, para doação de sangue. Informou que nesta quarta-feira, 18, a empresa responsável pela construção da estação de transbordo estará presente na cidade.

O Vereador Nem da Pastoral também parabenizou o Dia dos professores, ressaltando a importância desses profissionais. Disse que no mês de julho a prefeitura recebeu 4,44 milhões de reais, em agosto 3,966 milhões de reais, setembro caiu de novo, 3,816 milhões de reais e “em outubro a coisa não é boa, é assustador, mas aos mesmo tempo a saúde não caiu e continua em alta, temos hoje 18 pessoas fazendo hemodiálise e essa secretaria liderada por Aytan Guimarães e a Prefeita Lydia tem feito isso com muito amor”, completou. “A gente pede aos prefeitos e vereadores que apoiem essas pessoas pois não têm condições de manter uma despesa dessas”, explicou. Informou que a gestão gasta 20 mil reais mensais, mantendo essas pessoas com toda dificuldade”, disse. Falou sobre a campanha de doação de sangue que aconteceu em Capim Grosso entre os dias 14 e 15, que o próprio vereador tomou iniciativa após visitar o Hemoba de Jacobina e perceber a real situação de dificuldade. Informou que a iniciativa foi um sucesso junto ao Rotary Club, Igreja Adventista, Assembleia de Deus e Católica, além de entidades e famílias de Capim Grosso. Agradeceu o apoio da Câmara de Vereadores, por saber o peso que tem sobre os edis. Foram coletadas 165 bolsas de sangue e mais 132 medulas ósseas, “a comunidade está de parabéns que na hora de fazer qualquer campanha está unida”. Disse que o papel do vereador é representar o povo, não se corromper, não se envolver com propina e dar testemunha à população”, finalizou.

O Vereador Jeferson Ferreira explicou que o trabalho da comunidade com a proteção dos animais é belíssimo e o vereador quer melhorar a vida do cidadão. Disse que o papel do vereador foi feito e não se pode trazer projeto e aprovar que se traga despesa ao município, explicando que teria que ser apresentado pelo Executivo. “O projeto do vereador Nanal teve o apoio de todos os vereadores”, completou. Parabenizou a Liga Desportiva de Capim Grosso e disse que a entidade precisa ser livre para poder trabalhar e assim promover políticas públicas. Informou sobre uma visita a Salvador no gabinete da Deputada Estadual Neusa Cadore, tentando conseguir um trator para o município e que pode ter esse objetivo alcançado. Também visitou a Secretaria Estadual de Educação, junto ao Secretário Municipal Ed. Carlos, onde solicitaram o reajuste do valor repassado através do convênio onde o município transporta os alunos das escolas estaduais. Cobraram ainda um novo colégio estadual para Capim Grosso e no futuro trazer outras ações de melhoramento, além de um ônibus para atender os usuários do Naepi (Núcleo de Atendimento à Educação Especial na Perspectiva da Inclusão), que seria uma promessa do Governador. As visitas se estenderam ao Secretário Estadual de Agricultura, cobrando um convênio de Cooperação Técnica, “e isso dará receitas para contrações técnicas atendendo o homem do campo”, disse. Sobre a campanha de doação de sangue, realizada no último final de semana em Capim Grosso, parabenizou a sociedade civil organizada e a gestão municipal, à Pastoral da Criança, Igreja Assembleia de Deus e Igreja Adventista do 7º, na pessoa de Armando, líder dos jovens que participavam de um evento e no domingo foram encaminhados para o ônibus do Hemoba para doação de sangue. Mencionou também o Dia do Professor parafraseando Paulo Freire para finalizar.

 

ASCOM Câmara de Vereadores de Capim Grosso

Deixe um comentário