Vereadores receberam protetores de animais durante a sessão

Na sessão da última segunda-feira, 15, os vereadores aprovaram indicações sobre a realização dos festejos do réveillon, pedidos de sinalizações na Praça Oliveira e Projeto de Lei para instalação da divisão de proteção animal, no Departamento de Meio Ambiente.

O Presidente da Câmara de Vereadores, Bruno Vitor, utilizou à tribuna e parabenizou os professores pela comemoração do seu dia, em 15 de outubro e disse que a carga que eles têm nas costas é muito maior, sendo um dever dos pais educarem seus filhos, mas, entregam aos professores, e não vão mais ao colégio saber do andamento, porém, se o filho chegar em casa com um dedo machucado, o pai descarrega nos professores. “É difícil cuidar do seu filho, imagina o filho dos outros”. “Nós pais temos que cuidar mais dos nossos filhos e não deixar a responsabilidade para os professores”, pontuou.  Aos que fazem o papel de defensores dos animais, à gratidão de Deus, “vejo muitos de vocês à noite, embaixo de chuva, final de semana que vão colocar ração nos pontos que os animais já sabem, são dádivas de Deus”, disse.

 

O Parlamentar Antonio Martinho, falou sobre o Dia do Professor, parabenizando a todos pela dedicação e contribuição no aprendizado das pessoas nas escolas e faculdades. “O conhecimento é a maior riqueza que a pessoa possa ter”.  Disse que a comunidade do Rio do Peixe está ansiosa a espera de trovoadas que ao chegar a estrada ficaria interditada, porém, agradecendo então à gestão, pela recuperação. Informou que esteve em contato com a Embasa em Salvador para cobrar o projeto de saneamento básico, previsto para ser finalizado em novembro de 2018, “pois após conclusão, é irão em busca de recursos para projetar dentro da área urbana, “com um real investido em saneamento, seis reais são economizados na saúde”, adiantou. Comentou que junto à prefeita e deputados buscarão recursos para o projeto, “será uma revolução na cidade, colocar manilhas para o tratamento, um direito garantido pela Constituição”. Com relação as contas do ex-prefeito Sivaldo Rios do ano de 2015, sofreram rejeição e ele vai estudar e procurar pessoas que entendam para dar o seu posicionamento convicto, pois se trata de algo sério e importante para todos”, completou. 

 

O Vereador Jefferson Ferreira, comentou que o Colégio de 12 salas que está sendo construído encontra-se em fase bem adiantada de acabamento, onde trará vários benefícios com a transferência do Colégio Tarcíla Evangelista de Andrade para o local. Informou que a conclusão pode se dar até dezembro de 2018, segundo o engenheiro responsável. Comentou ter visto o vídeo de um postulante a Presidência da República, falando que o Brasil tem verde demais e que o Ibama coloca dificuldade para a derrubada de uma árvore, também que vai implantar o ensino fundamental a distância, colocando a responsabilidade nas famílias. Falou ainda sobre o Dia do Professor, que transfere conhecimento e dialogo, conhece os problemas dos alunos, ensina, educa, orienta, compartilha, é um herói, supera seus problemas e de outros. “Um abraço aos professores que precisam serem mais valorizados em capacitação e reconhecimento verbal, motivacional e financeira, sendo necessário o plano de investimentos para melhor levar ao aluno e implantar a educação integral que já deu certo no Ceará, colocando em pratica o Plano Municipal de Educação e Plano Nacional de Educação”.  Informou que a escola Francisco Machado é o pior índice do IDEB em Capim Grosso e deve ser a primeira a receber o ensino de educação integral, tem quadra e parque e é possível fazer”.  O edil explicou que são necessárias ações estruturantes e consequentemente desenvolver o município.

 

O Legislador Municipal Nanal Vilas Boas, ressaltou a presença de defensores dos animais (ACAPA), na plenária. Informou ter visitado o Posto de Saúde do Bairro Jardim Formosa, lamentando o descaso encontrado, com a falta de material básico, onde os próprios funcionários já desembolsaram dinheiro para comprar, chegando a faltar papel dentário e a máquina só vai quando tem vistoria do Pmaq, não tem ventilador e nem ar condicionado. “O povo pobre do Recando da Seriema, já retornou por falta de atendimento, não é falta de recurso e sim de agenda própria, olhando onde falta material necessário”. Criticou a Secretaria de Urbanismo, onde pessoas de pequeno poder imploram uma carrada de entulho e a Servlimpo só se recusa a doar e o secretário não resolve nada. Pediu para que proprietários de casas abandonadas sejam notificados, onde há suspeita de barbeiros na Rua Luiz Viana, e sujeiras de imóveis é de responsabilidade de seus donos. “A omissão do Poder Público acompanha, é preciso notificar, e os proprietários limpem os terrenos para que não atinjam a vizinhança”, colocou.  Disse que havia conflito entre a Guarda Municipal e adolescentes que jogam futebol e rodam bicicleta, na Praça Oliveira, impedindo idosos de fazerem caminhadas.  Pediu através de requerimento a colocação de placas indicando o erro cometido. Falou ainda sobre o Projeto de Lei 159/2018 de sua autoria que pede a divisão de Proteção do Animais, no Departamento de Meio Ambiente. A Lei Federal 13.465 adverte os municípios a se resguardarem, o objetivo é nacionalizar e que esteja estruturada e o básico é criar o departamento de divisão responsável pelos animais. Homenageou os professores pelo seu Dia, 15 de outubro, “sem educação não há país no mundo que evolua, o Brasil tem chegado, nas eleições o povo negou o maior educador, Senador Cristovam Buarque, culto e com visão futurística de tirar o país de todo o mal”, pontuou. “Aos mestres meus sinceros agradecimentos”, finalizou.

 

O Vereador Lucas Maciel, utilizou à tribuna durante sessão na Câmara, lamentou o falecimento de Dulcineia Mendes Rios, filha de Chico de Mendes, de uma família maravilhosa que merece esse abraço nesse momento. Comentou ainda sobre o Dia do Professor, que tem o poder de transformar, acolher, educar com seu dom, preparando o aluno para o futuro. Relatou que a educação em Capim Grosso tem dado um grande avanço, desde 2010 quando o ex prefeito João do Couro, assumiu a prefeitura pegando logo uma greve e mobilização e pediu aos professores que retornassem as salas de aulas e em pouco tempo reunidos e envolvidos, prepararam o Plano de Cargos e Salários e rapidamente foi aprovado junto com o piso nacional, passando por mudanças e é o maior presente que esses professores ganharam, “merecem atenção do Poder Público”, disse. Comentou sobre o requerimento de sua autoria a propósito da possibilidade da prefeitura realizar a festa de Réveillon, pois no último ano não foi feito e “hoje quem vai dizer é a equipe de finanças, as pessoas vêm visitar seus familiares, outras fazem suas ceias e não querem ficar em casa, há um aquecimento no comércio”, frisou. O Vereador se colocou à disposição à disposição da prefeita para colaborar no planejamento do réveillon.

 

O Vereador Jamber Dantas, parabenizou os professores pela passagem do seu dia, 15 de outubro. “É quem preparam o futuro e os capimgrossenses merecem um abraço mais apertado, se tratam de grandes professores”. Homenageou a professora Rosana Claudia, aniversariante, “dedicada e desempenha a profissão com amor e cuidado”. “Isenia Santos, tenho um apreço enorme e completa idade nova”. Continuou falando sobre o projeto de defesa dos animais indicando que a proposta será aprovada. “A mim, cabe fortalecer dando minha parcela de colaboração”, disse. Sancionada a Lei Municipal de sua autoria que no dia 08 de novembro, acontecerão várias ações para que a causa seja abrangente e mais pessoas possam se atentar. Informou que buscou em Salvador um fortalecimento para o evento, inclusive na terça-feira, 16, acontecerá uma reunião onde serão apontados ações que possam ser trazidas para o Dia do Bem-Estar Animal. Agradeceu a população pelo apoio e voto de confiança na eleições, com margem expressivas que vão ajudar Capim Grosso a continuar crescendo.

 

O Vereador Samoel Moto Taxi, falou que ninguém o convence que o professor possa ensinar três séries em uma única sala, “isso não é avanço”.  Disse ser chamado de chato pela situação quando cobra dentista, remédio, médico, “a dentista está lá, mas o compressor não funciona, a cadeira está quebrada, falta planejado”, disse. Disse que é tachado de chato também quando cobra que as estradas vicinais estão com problemas, “as divisas nem se fala”, completou. “Se o vereador é criticado por cobrar, então fecha esta Casa”, disse. “Meu papel é cobrar e dar a solução, mas, o recurso está na mão deles”, explicou. “O Presidente quando rebater minha fala site meu nome ou então me dê o direito de resposta, não vou abaixar a cabeça, respeito o posicionamento de cada um, então, quero que respeitem o meu”, completou. Em relação ao Departamento de Defesa dos Animais, disse que se o Poder Executivo não abraçar a causa não vai adiantar de nada, “eu acho que já demorou demais”, finalizou.

 

O Legislador Municipal, Nem da Pastoral, disse que os vereadores fazem seus deveres em relação a proteção dos animais. Parabenizou os professores pelo seu dia, lembrando da saudosa Cidália. “É uma classe sofrida e unida, independentemente de partido político e por isso conseguiram muitos avanços”, comentou. “Sou vereador da área urbana, mas, venho desenvolvendo um trabalho social na zona rural, após a eleição tivemos um compromisso com o Governador Rui Costa e a Prefeita Lydia Pinheiro, na Supec/Sedur onde conseguimos extensão de rede elétrica que já foram liberadas para vinte e duas famílias da Fazenda Tuyuyu, sendo uma luta nossa”, informou. Falou também sobre a comunidade de Junquinho, onde uma mãe sofrendo com seus filhos e precisa de ajuda e no próximo domingo acontecerá o primeiro mutirão. “Moram todos em um quartinho sem água e sem luz, é preciso olharmos pelos irmãos, nas horas mais difíceis se ver pessoas ajudando”, relatou.

 

O Vereador Jó Queiros, ressaltou os sentimentos às famílias enlutadas que perderam seus entes queridos durante a semana. Também homenageou os professores, pela passagem do seu dia em 15 de outubro. Disse que o Vereador Samoel, tem razão, que o papel do vereador é cobrar, “eu como situação tenho cobrado, há 15 dias cobrei sobre os Postos de Saúde, e que precisam resolver urgente. “Quem me colocou aqui não foi nenhum líder político, quem me colocou aqui foi o povo, e vou servir ao povo”, concluiu.

 

 

 

ASCOM PMCG

Deixe um comentário