Primeira sessão da Câmara de São José pós recesso é marcada por críticas à gestão

A sessão de abertura dos trabalhos legislativo da Câmara de São José do Jacuípe realizada nesta sexta-feira, 15, após quase 60 dias de recesso foi marcada por duras críticas gestão do prefeito Erismar.

Entre os projetos que foram votados na casa estiveram os que regulamentam os reajustes dos agentes de saúde e endemias, aprovados por uma unanimidade pelos edis.

O Presidente Mauricio (Tea) realizou a primeira sessão sob seu comando

No uso da tribuna vereadores expuseram suas opiniões, insatisfação e cobrança no tocante a administração municipal.

Resemilson: agradeceu a presença de todos, disse que estava ali para tentar fazer o melhor para os munícipes, falou que era a favor do projeto que reajustava os salários dos agentes de saúde, lamentou as mortes ocorridas no município, da professora Edinei e dos três jovens do Distrito de Itatiaia.

 “A atual gestão parcelou a dívida do INS e paga 65 mil reais todos os meses para regularizar sua situação junto ao órgão e obter a Certidão Negativa, acredito que daqui a mais umas duas semanas terá sua certidão e ponderar receber as verbas do Governo Federal para terminar as obras do Mercado Municipal e calçamentos que estão parados”, finalizou.

 

 

 

El de Caria: se solidarizou com as famílias de Itatiaia e da professora Edinei por suas perdas. Falou que era uma vergonha o que estava acontecendo com a coleta de lixo, o caminhão passa apenas três dias na semana, tudo isso para cortar gastos, mas esse corte de gasto só atinge os pobres. Criticou o local onde foi instalada a biblioteca pública e reclamou da falta de transporte para levar os doentes e pessoas que precisam realizar exames em outros municípios, disse o vereador.

 

 

 

 

Antônio de Nonó: iniciou seu discurso falando do edil afastado por motivo de saúde José Raimundo e dos projetos que estava para ser votados na casa, dizendo ser favorável.

“Hoje São José é a cidade mais abandonada da região, falta boa vontade da gestão, é uma vergonha o mato que as ruas estão, existem buracos nos calçamentos desde mês de junho 2018 e não foram consertados, há entulhos por todas a ruas e a situação das praças é precária” finalizou.

 

 

 

Zé de Herculano: “é triste ver que se passaram 60 dias da última sessão e nada mudou”. Vejo outras cidades estão sendo calçadas, menos São José, jogaram umas pedras em duas ruas de Itatiaia no dia 06 de julho, interditaram ruas tiram fotos e até hoje nada foi calçado. Era essa a gestão diferente que o prefeito prometeu para o município? Ouvir dizer que o prefeito pretende pedir um empréstimo de 2 milhões, espero que seja mentira, pois ele já deu fim no dinheiro de várias emendas parlamentares e nada foi feito, espero que seja mentira que ele não venha pedir autorização para pedir empréstimos para fazer coisinhas, pois nos da oposição iremos buscar os meios de comunicação para mostrar esse absurdo. Para finalizar o edil falou do sucateamento dos veículos e maquinas da do município.

 

 

 

Juscelio: parabenizou a Mesa diretora, pediu para que Deus ajudasse todos a fazer um bom trabalho, se solidarizou com todos os parentes das pessoas que morreram nos últimos dias e de sua tristeza pelos fatos. Falou dos projetos em andamento na casa que reajusta os salario s dos profissionais da saúde que o mesmo era totalmente a favor.

Disse que realmente a reforma do mercado estava demorando mas que entendia, porque essas coisas que envolvem o Governo federal são complicadas mesmo e falou que São José irá receber uma emenda para a reforma do estádio Municipal, falou que o município recebeu nota 9,17 no quesito transparência que isso significa que a gestão está em dias com as leis e para finalizar agradeceu a presença de todos. 

 

Niltinho da Vaca Brava: iniciou suas palavras agradecendo a oportunidade de estar ali realizando aquele trabalho e fez cobranças a gestão. “Quero dizer ao senhor prefeito que Vaca brava faz parte do município, as estradas próximas do povoa estão uma calamidade a tempo de causar um acidente a última vez que viu uma maqui na foi no primeiro ano do mandato de Almeida, as praças estão abandonadas e peço ao prefeito que reinstale o infocentro do povoado e construa uma área de lazer voltada para o público infantil” para finalizar mais uma vez criticou a coleta de lixo e a falta de transportes para a saúde.  

Redação FR Notícias