Calçamentos e quebra-molas inadequados são debatidos na Câmara de Vereadores

O Vereador Nanal Vilas Boas, lamentou os dois falecimentos em acidentes trágicos, de Arthur Felipe e Edinho.

Nanal falou sobre sua indicação 014/2019: “Ela prima pelo recuo da calçada da Praça Otaviano Ferreira, motivo pela qual temos uma calçada com três metros, que de um lado são estacionadas as motos, restando o pouca via para circulação de pedestre.Na minha visão, dois metros de recuo resolveria o problema e facilitaria o trânsito”.Sobre os quebra-molas o edil comentou: “É preciso que o Poder Público, através de sua secretaria e dos profissionais contratados, acompanhe o serviço urbano de nossa cidade. Os quebra-molas realizados, e eu fiz aqui indicações de similares naturezas, e os integrantes do Departamento de Transito estão de prova, pois percorremos a cidade para verificar os locais para que se fizesse o quebra-molas.

Sobre a construção de um banheiro no centro da cidade, o vereador disse: “Em 2017, e antes mesmo de ser vereador, quando atuava como chefe de tributos, aprontei várias vezes a gestão que fizesse isso, porque eu tenho o dever e o conhecimento do PIB Capimgrossense, mas a nossa administração não tem a mínima decência de fazer um banheiro de qualidade para atender as pessoas que vem de outros municípios para gastar em nosso comércio”.

Também deixou repúdio a reforma previdenciária: “Devemos ter cuidado, pois a PEC 006 é um afronto ao trabalhador brasileiro, principalmente ao trabalhador rural e de baixa renda”, concluiu.

 

O Vereador Samoel Moto tax, externou sentimento aos familiares que perderam seus entes queridos e que Deus conforte a todos e deixou uma mensagem: “Como praticante do esporte de duas rodas, e pelo trabalho de 12 anos como mototaxista, sei que o limite de moto é o chão. Então, as pessoas que andam de moto ou tem moto, tem que ter realmente bastante cuidado, pois quando chegamos em Salvador, a maioria dos leitos de UTI estão ocupados com vítimas de acidente de moto”.

Sobre o episódio que gerou oito acidentes, o vereador comentou: “Os quebra-molas foram mal feitos e sem planejamento, de forma irregular, é incrível. O quebra-molas causou oito acidentes e alguns graves, teve gente com o pulso quebrado, teve gente que está acamada até hoje e tem mais, os quebra-molas foram feitos pela Prefeitura Municipal de Capim Grosso, não foi empresa que fez quebra-molas não. A prefeitura que autorizou fazer.

Eu estive no Departamento de Transito e conferi que os bois são colocados na frente das carroças. Afinal, quem tem que mostrar o local de fazer os quebra-molas é o Departamento de Transito, mas nem comunicado ele foi. Passei hoje no local e eles estão pintando, mas não estão recapeando não, estão fora do padrão ainda, só estão sinalizando. Por pouco não causou uma morte, é simplesmente um absurdo, uma vergonha. Também deixo minha reinvindicação para colocar o quebra-molas no padrão, eu não sei o porquê a prefeitura não faz no padrão do DENIT? Gostaria até de fazer um requerimento verbal, com apoio dos colegas, porque não, já que vai pavimentar as ruas do planalto, por que não fazer os novos quebra-molas no padrão? Capim Grosso é a única cidade da Bahia que tem quebra-molas na transversal, totalmente irregular”, concluiu o vereador.

Sobre a instalação do novo semáforo, o vereador informou que já está funcionando, mas não está sinalizado: “Em todo lugar que eu vou, inclusive o DENIT está colocando no KM 2 e no Peixe, pardais para nos multar, mas já está sinalizado, antes mesmo de funcionar, que é o correto. Mas aqui é ao contrário, esperam acontecer um acidente para fazer. Isso chama-se falta de planejamento. Espero que depois de sinalizado, esse quebra-molas não traga transtorno para a comunidade”.

Falou ainda de sua visita ao campo do gado: “Fiquei impressionado com o curral que será inaugurado em breve, inclusive questionei o vice-prefeito hoje, o por que o curral não tem entrada, não tem cancela para entrar, e por ser um projeto do governo, diz que só pode mexer depois que inaugurar. O engenheiro senta lá, não sabe nem o que é um boi, faz um projeto, manda para o interior e o povo que vai trazer o gado a pé vai fazer o que? É uma piada, tem coisas que não dá para engolir”, indagou.

Sobre a lagoa de Dete, pediu que os colegas assinem a denúncia contra esse crime ambiental: “A lagoa foi aterrada pela Prefeitura Municipal, inclusive já estou fazendo a denúncia. O município passa por cima de uma lei, inclusive sancionada pelo próprio e destrói um monte de licuri, que poderia ser remanejado, a lei está aqui, votada por esta casa, mas quando um dono de loteamento tira, o município notifica e multa. Falta planejamento por parte da Prefeitura Municipal, porque eu vejo aí secretarias fazer coisas e nem comunicam as outras”, disse Samoel.

 

O Vereador Jamber, comentou sobre a reunião com o Senador Otto Alencar: “Estivemos hoje na Capital, no gabinete do Senador Otto Alencar e em nome de todos os colegas vereadores, e conversamos do nosso desejo e da nossa preocupação de captação de mais recursos para o município de Capim Grosso.

O Senador nos atendeu e como sempre não nos deixou sair de Salvador sem ajudar nossa cidade, uma vez que temos essa forte aliança com ele, com o deputado federal Otto Filho e o deputado estadual Eduardo Alencar. Otto ainda apresentou uma emenda, colocada este ano para o município de Capim Grosso no valor de R$ 900 mil, mas que outros investimentos também serão destinados ao nosso município. Um dos investimentos será destinado a área de infraestrutura, da qual clamamos, como pavimentação. Também tratamos de investimentos de habitação e o tão sonhado esgotamento sanitário”.

Durante a visita, os vereadores tiveram uma grande surpresa com a exposição do artista Eduardo Lima: “Eu e o presidente Bruno Vitor fomos até a assembleia legislativa e nos departamos com uma cena que encheu nossos corações de felicidade, até mesmo porque tratava-se de um reencontro com um amigo de muitos anos, mas em especial um grande artista plástico que o município de Capim grosso projetou para o Brasil e para o mundo. Eduardo Lima apresentava uma exposição de sua arte na assembleia”. O vereador aproveitou e pediu para que a Câmara encaminhe uma moção de congratulação para Eduardo Lima, pela sua importância como artista reconhecido mundialmente.

Finalizou solicitando uma moção de protesto para aqueles que elaboraram a PEC Nº 006/2016, que trata da reforma da previdência que será votada a Camara dos Deputados Federais: “Essa moção de protesto é devido aos ajustes que serão destinados aos mais fracos. A reforma é mais que necessária, mas alguns prontos cruciais dessa reforma, não podem passar na Câmara e nem no Senado Federal. Os beneficiários do BPC serão extremamente prejudicados, pois o salário voltará para R$ 400,00, aumentando a idade mínima de aposentadoria para homens e mulheres e os trabalhadores de serviços braçais serão os mais prejudicados. Que as outras casas também se manifestem, pois não podemos aceitar de forma alguma que a reforma prejudique aqueles que durante anos dedicaram a sua vida para ajudar no crescimento e na economia do nosso país”, concluiu.

 

O Vereador Jó Queiroz, também falou sobre os quebra-molas: “Realmente está alto demais e aconteceram alguns acidentes, mas no dia da cobrança, eu estava no gabinete quando a Prefeita Lydia cobrou, junto com o secretário Hélio, do rapaz da empresa a colocação do asfalto no quebra-molas para finalizar a sinalização, bem como colocar no nível certo”.

O edil lembrou que fez um requerimento solicitando um quebra-molas na avenida Tancredo Neves: “Na entrada da cidade, chegando de São José do Jacuípe, e graças a Deus esse pedido foi atendido, pois a população já estava cobrando devido ao grande número de acidentes no local”. Jó ainda avisou que estará com Fuba e Hélio para tratar de instalação de braços de lâmpada e sobre a iluminação de Pedras Altas.

 

O Vereador Gilberto Alves, fez um requerimento verbal para a construção de um quebra-molas no Povoado do Peixe, pois motos e carros estão transitam em alta velocidade.

E agradeceu a gestão pela instalação do novo semáforo: “Essa foi uma indicação minha no ano de 2013, que graças a Deus saiu agora, a instalação do semáforo entre a prefeitura e o fórum, na Av. ACM”, finalizou.

Gilberto também se solidarizou com familiares dos jovens que faleceram no último final de semana, vítimas de um trágico acidente.

 

O vereador Nen da Pastoral, lamentou os acidentes ocorridos no final de semana, que ceifou a vida dos jovens Arthur Felipe e o filho de Nem da Padaria.

Na sequência falou sobre os quebra-molas na Avenida Ayrton Sena: “As placas deveriam ser colocadas no final de sua instalação, mas aqui foi diferente. Eu mesmo pulei no quebra-molas, e uma jovem chamada Michele se acidentou e está de cama, e também tem outras pessoas acidentadas e a culpa toda é de quem fez o quebra-molas, que foi a empresa responsável e não a prefeita Lydia que trouxe o benefício para a cidade, onde todos estão elogiando o asfalto de primeira qualidade e a nova sinalização.

A única coisa que eu entendo é que está alto demais. E também é necessário colocar placas de sinalização”, completou Nen da Pastoral. O edil ainda parabenizou a Câmara de Vereadores, pelo pedido, juntamente com a prefeita Lydia, de trazer mais de 40 policias para a cidade.

 

ASCOM CMV