Funcionário da Caixa é encontrado carbonizado e com mãos amarradas

Um funcionário da Caixa Econômica Federal de Itabatã, no sul da Bahia, foi encontrado morto na tarde do domingo (4) sobre a cama de sua residência, com as mãos amarradas, uma sacola plástica na cabeça e com parte do corpo carbonizado. Luiz Guilherme Guedes Mendes, de 35 anos, foi visto pela última vez na noite de sexta-feira (2) e, desde então, era procurado por familiares.

A vítima trabalhava como segurança patrimonial da Caixa, por meio de uma empresa terceirizada, e era uma pessoa considerada bem relacionada no município e sem envolvimento com a criminalidade, segundo publicações de sites locais.

Antes do seu corpo ser encontrado por uma equipe de polícia da 89º Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), familiares haviam tentado entrar em contato com Luiz por meio de ligações telefônicas, mas o aparelho celular dele estava desligado. Eles chegaram a fazer uma campanha nas redes sociais em busca de informações. Da casa onde ele morava foi roubado um televisor.

O corpo da vítima foi periciado e encaminhado para o Instituto Médico Legal de Teixeira de Freitas (IML). A Polícia Civil local investiga o caso e, até o momento, não há informações sobre autoria de motivação do crime

Fonte: BNews