Veja os cuidados que Beneficiários do BPC-LOAS devem ter antes de tomar empréstimo consignado

O empréstimo consignado que antes era liberado apenas para aposentados e pensionistas, agora também vai poder ser solicitado por quem recebe o BPC/Loas (Benefício de Prestação Continuada).

BPC é o Benefício de Prestação Continuada, criado pelo governo, que paga todos os meses um salário mínimo a pessoas com deficiência ou idosos acima de 65 anos que comprovem baixa renda.

O crédito consignado é aquele concedido com desconto em folha de pagamento. Por ter como garantia o desconto direto no salário ou benefício, esse tipo de operação de crédito pessoal é um dos que oferecem os menores juros do mercado.

Infelizmente algumas pessoas estão ludibriando os beneficiários a contratarem o crédito consignado usando inverdades como “estratégia de vendas”.

Existem relatos de pessoas que têm sido abordadas por ligação telefônica e também em atendimento presencial, onde são informadas que se não fizerem a contratação do consignado elas perderão seu benefício. ISSO NÃO É VERDADE!

A alegação desses “vendedores” é que o INSS entenderia que se o beneficiário não fizesse o consignado, a Previdência acharia que essa pessoa não precisaria de dinheiro, e por conseguinte, não estaria precisando também do benefício. Isso seria motivo, segundo esses “vendedores”, de suspensão do pagamento do benefício.

Você agora tem o DIREITO de obter o crédito consignado, mas não a OBRIGAÇÃO de efetuar a contratação.

Crédito Consignado é uma das melhores e mais baratas operações de crédito existentes, porém enganar alguém ou leva-lo a erro usando de artimanha é crime!

Crédito Consignado é uma oportunidade para realizar seus sonhos, ajudar a quitar dívidas, comprar carro, fazer um tratamento de saúde, etc.

O que é importante deixar claro aqui é que ninguém é obrigado a fazer sob pena de perda de benefício.

Ao buscar uma financeira fique atento:

- Peça o CNPJ da empresa e pergunte qual o número da certificação da Febraban ou Aneps do correspondente,

- A instituição financeira deve fornecer informações prévias e adequadas sobre o crédito antes de fechar o contrato. Entre elas, estão: valor total financiado; taxa de juros, quantidade das prestações;

- Outra dica importante é: NUNCA não faça depósitos ou transferências para receber qualquer valor. Nenhuma instituição confiável solicita pagamento para liberar o dinheiro;

- Verifique o endereço da empresa e se ela realmente opera no local;

- Pesquise no Google e Redes Sociais sobre a empresa.