Menino é brutalmente espancado por mãe e tem oito costelas fraturadas

Uma criança de apenas cinco anos teve oito costelas e um braço fraturados após a própria mãe agredir brutalmente. O caso aconteceu em São Vicente, no litoral de São Paulo e, segundo o vídeo feito pela mãe do menino, o menor estava bagunçando demais em casa.

Em conversa ao G1, a tia da criança, Jéssica dos Santos, de 31 anos, contou que a mãe recebia o menino de 15 em 15 dias, aos finais de semana. No entanto, a família nunca tinha observado que o menor recebia algum tipo de tratamento violento. "O menino e as duas irmãs foram criadas pelo meu irmão [pai das crianças], mas ficavam com a mãe de 15 em 15 dias. E, até então, não tínhamos reparado nenhum tipo de agressão", disse.

Apesar de ter feito o acordo apenas "de boca" para ficar com o menino de 15 em 15 dias, nos últimos meses, a mãe não queria deixar o pequeno retornar à casa do pai, o que acendeu uma alerta na família.

"Meu irmão estava tendo dificuldades para pegar as crianças. Ele sempre cuidou dos três, mas não fez nenhum documento na Justiça. Foi tudo acertado informalmente", explicou.

No dia 28 de setembro, a criança foi levada para o hospital após ter vários hematomas espalhados pelo corpo. O padrasto, que também fez diversas agressões na criança, levou o menino para a casa do pai dele e, em seguida, à unidade de saúde. A tia, ao chegar no hospital, ficou chocada com a cena que viu o menor completamente desfigurado.

"Me pergunto toda vez que olho pra ele daquele jeito como que eles puderam ser tão cruéis assim. O que aconteceu para que eles fizessem isso? Todos estamos sem entender tanta maldade", disse Jéssica.

Após a situação, o padrasto e a mãe fugiram e, até o momento, não foram encontrados. A Secretaria de Segurança de São Paulo (SSP-SP) informou que o caso da criança citado foi registrado como lesão corporal e abandono de incapaz na Delegacia Policial de São Vicente.

Fonte: Correio