Projeto da Equoterapia de Capim Grosso recebe o Prêmio Irmã Dulce

A Regulamentação do Projeto de Equoterapia em Capim Grosso, distante 270 km de Salvador, foi proposta pelo Presidente da Câmara de Vereadores, Jefferson Ferreira, ainda em seu primeiro mandato no dia 12 de agosto de 2019 e caiu como uma dádiva para o município e as famílias de pessoas com necessidades especiais.

De lá para cá foi um período de muito trabalho e busca por melhorias, quando a prefeita Lidia Pinheiro implantou o programa. Com a chegada do Prefeito Sivaldo Rios os serviços continuaram e houve uma busca maior por melhoramentos, hoje em dia são vinte e uma crianças assistidas pelo programa.

Apresentado na 17ª Mostra Brasil, Aqui tem SUS, realizado no XXXVI Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, o Projeto obteve o reconhecimento do Governo do Estado ao receber o Prêmio Irmã Dulce, pelo trabalho “A Equoterapia como Abordagem Multidisciplinar para Crianças e Adolescentes com Deficiência”, entregue a Secretária Municipal de Saúde, Leide Costa Rios.

 

A Equoterapia é um recurso terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas da saúde, educação e equitação. O cavalo, com seu movimento tridimensional, atua na facilitação neuromuscular e sensorial e contribui para o desenvolvimento das atividades motoras, cognitivas, sensoriais, psicológicas e sociocomunicativas das pessoas com deficiências e/ou necessidades especiais. Indicada para pessoas de todas as idades, que apresentam os seguintes quadros clínicos: Lesões neuromotoras; Paralisia cerebral; AVE (AVC, derrame); Traumatismo craniano encefálico; Lesões medulares; Síndromes diversas; Doenças genéticas, neurológicas, ortopédicas, musculares e metabólicas; transtorno da coordenação motora; distúrbios de linguagem, aprendizagem, comportamentais e emocionais; TDAH, autismo, dislexia e outras dificuldades em leitura, escrita e raciocínio lógico matemático.

Segundo Jefferson Ferreira o Projeto deve ser apresentado como Lei Municipal logo em breve. “A equoterapia é o maior projeto do nosso município, dentro do projeto Viver sem limite, onde atende a pessoas com deficiência, buscando inclusão e dando dignidade. Um projeto muito lindo que tem a digital do nosso mandato”, concluiu

 

 

Fonte: Classe Política