Mulher natural de Gavião é morta em SP pelo ex-marido da cidade de Nova Fátima

Uma mulher foi morta a tiros no Residencial Jundiaí, na cidade do mesmo nome no interior de São Paulo, no início da manhã da última terça-feira, 8, pelo ex-marido quando chegava em casa após ter trabalhado à noite, o homem de prenome Lázaro, 36 anos, natural de Nova Fátima, e a ex-esposa Cyane Oliveira, 34, da região das Cabaças no vizinho município de Gavião, ambos no território da Bacia do Jacuípe, na Bahia.

Segundo o Calila Noticias apurou junto ao Jornal de Jundiaí que tem acompanhando de perto o caso, a vítima tinha medida protetiva de urgência. Há um mês, inclusive, ele a procurou infringindo a medida protetiva, avisando-a que iria matá-la com um tiro no rosto.

Ainda de acordo com o portal, por volta das 8:00hs, de terça, um morador do Residencial acordou após ouvir estampidos que pareciam ser bombinhas, ao abrir seu portão se deparou com a vítima escorada no chão, ainda com vida.

Uma câmera de segurança de um imóvel registrou o momento que a mulher vem andando numa calçada, um carro para e um homem desce e aborda a vítima, em seguida efetua os disparos e foge.

O homem correu até a UPA mais próxima, mas quando a PM e a Perícia Técnica chegaram a mulher já havia morrido.

A vítima levou pelo menos dois tiros de revólver, sendo um no peito e outro no rosto. Ela deixou um filho de 3 anos, que teve justamente com o homem que já é apontado pela Polícia Civil do 5º DP como o autor do crime.

A vítima e o suspeito viveram juntos durante 15 anos, sendo os últimos quatro deles, como casados – período em que tiveram o filho. No dia 8 de janeiro deste ano, porém, ela se separou dele após ter sido agredida e pediu medida protetiva à Justiça.

Após isso, ele voltou a fazer contato com ela por diversas vezes, sendo uma delas no dia 30 de junho, quando a ameaçou de morte, dizendo: “vou dar uns tiros na sua cara”. O BO referente a essa ocorrência foi registrado por ela no dia 12 de setembro.

Agora, 55 dias depois, ele, segundo a Polícia Civil, a matou.

Criminoso é suspeito de tentar matar um ex-namorado de Cyane minutos antes dela

O homem apontado pela Polícia Civil do 5º DP como autor do feminicídio contra a ex-esposa, na avenida Presbítero Manoel Antônio Dias Filho, no bairro Residencial Jundiaí, também estava sendo procurado por tentar matar um rapaz minutos antes dela, na mesma avenida. Este rapaz, segundo a polícia, vinha tendo um relacionamento amoroso com Cyane, até cerca e 15 dias atrás, quando terminaram.

Após realizar os trabalhos de praxe no local do feminicídio, com as primeiras diligências – inclusive esclarecendo o crime em pouco mais de uma hora -, os policiais retornaram ao DP para a elaboração da ocorrência. Quando chegaram, havia um homem registrando BO por tentativa de homicídio, ocorrido na mesma avenida.

“Segundo o rapaz, um homem emparelhou o carro com o dele, apontou uma arma e apertou o gatilho. A arma, no entanto, falhou” explicou Teixeira, chefe de investigação, que completou

“Nós achamos muita coincidência dois casos seguidos praticamente no mesmo local. Como já havíamos identificado o autor do feminicídio, mostramos a este rapaz a foto do suspeito, e ele o identificou como sendo a pessoa que tentou matá-lo. Conversando um pouco mais, descobrimos que este rapaz e a mulher morta haviam tido um relacionamento recente, terminado há duas semanas. Então acreditamos que a motivação tenha sido ciúmes”.

A Polícia Civil do 5º DP e a Guarda Municipal acharam, por volta das 15h30, o carro do homem suspeito de matar a ex-esposa. O veículo estava estacionado sobre uma calçada em uma rua sem saída no mesmo bairro onde ocorreu o crime.

Segundo Teixeira, “o carro foi achado em uma rua sem saída. Levantamos imagens de monitoramento e foi possível vê-lo abandonar veículo e seguir fuga a pé”.

PM prende suspeito de matar a ex-esposa a tiros quando retornou pra sua casa à noite

Lázaro foi preso por policiais militares na mesma noite do crime, em sua casa. Ele foi pego ao retornar para buscar roupas.

O delegado José Ricardo Arruda Marchetti, do 5º DP – onde o caso está sendo investigado -, foi para o Plantão Policial para ratificar o flagrante.

A reportagem apurou que, aos PMs que o prenderam, o ex-marido contou que ele jogou a arma do crime às margens de um rio.

A prisão ocorreu quando Lázaro tentava fugir para a Bahia com a moto da vítima

O homem apontado pelo 5° DP como autor do feminicídio foi preso pela PM quando tentava fugir para a Bahia (onde moram seus familiares) usando uma motocicleta pertencente a ex-esposa. A informação é da Polícia Militar.

O CN manteve contato com o repórter do Jornal Jundiaí, o Fábio Estevam que fez um breve resumo da realidade do caso atualizada.

Uma fonte disse ao CN que Lázaro e Cyane ainda adolescentes viajaram para São Paulo e durante cerca de 15 anos conviveram e se casaram, tiveram um filho e a família praticamente se desfaz desta forma lamentável.

A mesma fonte informou que a família de Cyane está providenciando o translado do corpo para ser sepultando na cidade de Gavião na tarde desta quinta-feira.

 

 

Fonte: Jornal de Jundiaí|

Foto: reprodução Jornal Jundiaí